Trinta-por-uma-linha

Ajudamos a escrever e a publicar livros de Literatura Infantil e Juvenil

Curiosidades Literárias

ENCONTROS DE ALTO NÍVEL

Charles Dickens manteve uma boa amizade com Alexandre Dumas, com quem se encontrava sempre que os dois coincidiam estar em Paris.

No primeiro encontro dos dois famosos escritores, Dumas foi acompanhado por um dos seus alunos favoritos, Júlio Verne. As suas conversas literárias estiveram, com toda a probabilidade, na origem de muitas de suas grandes obras.

BORGES E OS CANIBAIS

Jorge Luís Borges era assistente de um jornalista, em Roma, que não parava de tentar meter o escritor em apuros com perguntas insidiosas a que o seu entrevistado respondia de forma contundente.

Como não havia maneira de Borges ficar sem resposta, o jornalista tentou a seguinte pergunta: - No seu país ainda existem canibais?

"Já não há", respondeu Borges, "comemo-los todos."

007 E DRÁCULA ...

Ian Fleming, o autor do famoso James Bond, Agente 007, era primo do ator Christopher Lee que interpretou o personagem de Scaramanga, o bandido que enfrentou 007 em "O Homem da Pistola de Ouro", protagonizado por Roger Moore.

O melhor desempenho de Lee, no entanto, foi o papel como Conde Drácula.

O PODER DO FILME

Em nenhum dos 60 livros que Sir Arthur Conan Doyle escreveu sobre Sherlock Holmes está a frase "Elementar, meu caro Watson". Essa expressão popularizou-se quando o cineasta Clive Brook a incluiu em seu filme “O Regresso de Sherlock Holmes”, em 1929.

EXPERIÊNCIA HORRÍVEL

O escritor russo Fedor Dostoievski teve s sua pior experiência quando enfrentou um pelotão de fuzilamento para ser executado por pertencer a um grupo de intelectuais que se opunham ao czar Nicolau II. Quando já estava vendado e o pelotão prestes a atirar, foi informado de que havia sido perdoado. Aparentemente o encarregado do pelotão já tinha recebido o pedido de indulto alguns minutos antes, mas, deixando-se levar pelo despotismo, não quis desistir de incomodar o preso.


Comentários!

Política de Privacidade I Termos e condições

© 2021 | Trinta-por-uma-linha