O que é a Escrita Criativa? Em que consiste?

Não é tão fácil como pode parecer explicar o que é a escrita criativa. E isso por causa da relação entre a escrita (em que há regras e normas a cumprir) e a criatividade, que é a total liberdade do pensamento e da imaginação.

Entretanto, podemos dizer que a expressão Escrita criativa é usada em três sentidos:

1 – Em primeiro lugar, a expressão Escrita criativa é usada para designar a escrita literária, ou seja, a escrita de poemas, contos ou histórias, novelas, romances, textos dramáticos, entre outros. Neste tipo de escrita, o estilo e a criatividade prevalecem sobre o propósito informativo que é comum na escrita não literária. Não se escreve do mesmo modo um conto e uma notícia de jornal. Ou um poema e um aviso. O objetivo principal da escrita literária não é informar, mas deliciar e provocar emoções no leitor.

2 – A expressão Escrita criativa é usada para designar A arte de inventar pela escrita. Na verdade, a escrita criativa pode ser considerada como a arte de inventar coisas. Trata-se de uma escrita original e auto-expressiva, isto é, que apresenta e reclama sentimentos, quer entreter e compartilhar experiências humanas. A escrita criativa é um tipo de escrita que nasce da imaginação. Ou seja, a escrita criativa é a utilização da criatividade na escrita. E a criatividade na escrita é a forma divertida, mas ao mesmo tempo séria e trabalhosa, de brincar com as palavras, os sons e os significados das palavras. A escrita criativa é a escrita original, cativante e capaz de “agarrar” o leitor.

3 – Finalmente, a expressão Escrita criativa é usada para designar A transmissão e prática das técnicas literárias, habitualmente através duma oficina, laboratório ou curso. Este talvez seja o sentido mais comum de escrita criativa. Para a maioria das pessoas, quando se fala de escrita criativa, estamos a referir-nos a umas aulas ou workshops em que se transmite um conjunto de boas técnicas para escrever contos, novelas, romances, textos dramáticos, etc.


Todos estes 3 sentidos, atribuídos, à expressão Escrita Criativa são legítimos e, sobretudo, têm como objetivo um tipo de escrita diferente da escrita corrente, utilizada na vida do dia-a-dia, embora esta também deve ser cuidada.

Para mostrar bem a diferença entre a escrita comum e a escrita criativa, convido-te a escutar com atenção, um texto breve do escritor catalão Miquel Desclot:

Os saltimbancos do circo só nos emocionam quando atuam na pista, executando os malabarismos extraordinários que só eles sabem fazer. Ao contrário, quando fazem o que toda a gente pode fazer, como estrelar um ovo ou comprar um jornal, os saltimbancos são tão pouco emocionantes como qualquer outra pessoa (como tu ou como eu).

Do mesmo modo, as palavras não nos emocionam quando se comportam de modo ordinário (como, por exemplo, para pedir uma borracha emprestada). Todavia, quando estas mesmas palavras adotam um comportamento extraordinário (quer dizer, quando as palavras fazem piruetas artísticas na sua pista), começam a emocionar de uma forma assombrosa. À pista onde as palavras atuam como saltimbancos surpreendentes chamamos poesia.



Descarrega o e-book


24 visualizações
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube

Trinta Por Uma Linha - (escritório) Largo Eng. António de Almeida, 30, 3.º Andar - Sala DD3 - 4100-065 Porto

NIF 508381037

geral@trintaporumalinha.com